Café Jardim une Gastronomia e Conversação Francesa em São José dos Campos

Café Jardim une Gastronomia e Conversação Francesa em São José dos Campos
Compartilhar
  •  
  •  
  •  

 
Um pedacinho da França em pleno Jardim das Indústrias, na zona oeste de São josé dos Campos. Os ares parisienses tomam conta do Café Jardim, que funciona dentro do Espaço Gourmet Thais Okamoto, a cada dois meses, onde é realizado o projeto “ Café Francês” que une boa gastronomia e conversação em francês.


Neste mês de novembro o “Café Francês” será realizado na próxima terça-feira, dia 12, das 15h às 17h. Os convites estão à venda e dão direito a farta mesa de café da tarde.

O projeto foi pensado pela chef Thais Okamoto que morou na França onde foi estudar gastronomia no curso de pós-graduação no Institut Paul Bocuse, em Lyon/França.


“São José dos Campos é uma cidade que recebe pessoas de todo o mundo, na cidade existem lugares para a prática da conversação em inglês e eu sentia a falta de ter um local para a língua francesa. França está ligada a gastronomia e está ligada aos cafés, daí surgiu a ideia do projeto”, comentou Thais Okamoto.

O “Café Francês” reúne pessoas de todas as idades, pessoas que já moraram naquele país, viajaram, pessoas que estão aprendendo a língua  e querem treinar o vocabulário em um ambiente diferente da sala de aula.
O projeto ganhou um reforço com a chegada da chef Silvana Carvalho que abriu no espaço o Café Jardim em parceria com Thais. Silvana se dedica a alimentação saudável, com fermentação lenta e com a utilização de ingredientes funcionais. Elementos que vão bem de encontro com os hábitos franceses que valorizam alimentação fresca, leve, simples e de qualidade.

“A culinária francesa valoriza o handmade, o feito à mão, que vai de encontro com o cardápio desenvolvido por nós”, falou a chef Silvana Carvalho.

Um dos destaques para o “ Café Francês” é o Petit Gateau, que no Café Jardim ganhou um toque abrasileirado, que ao invés de ter recheio de chocolate ganhou como recheio, o típico doce de leite mineiro.

E também, outros tipos de gateaus funcionais em diversos sabores que levam frutas frescas, grãos, oleaginosas e com ingredientes diferenciados como açúcar mascavo, ovos caipiras, leite da fazenda e biomassa.

Um outro destaque no cardápio, é a Torrada Francesa Doce, que leva uma fatia de brioche passado em ovos caipiras com baunilha e polvilhada com açúcar demerara orgânico, com gengibre, salteada em azeite de oliva extra virgem. A torrada é servida quente e com sorvete de cacau.

A versão salgada é outra novidade, a Torrada Francesa Salgada, que é preparada com uma fatia de pão de grãos, passada em ovos caipiras com mix secreto de ervas da chef, com queijo parmesão da Alagoa e salteada em azeite extra virgem
E seguindo a linha natural, tem ainda pão de levain sem nenhum aditivo químico ou conservante. As chefs desenvolveram acompanhamentos diferenciados como as pastinhas saudáveis feitas à base de leguminosas, vegetais, grãos e azeite e a versão raw (cruas). Sem falar das geleias preparadas com fruta fresca, especiarias e açúcar demerara orgânico. E ovos caipiras nas versões: ovos mexidos ou quentinhos. Além de tortas doces e salgadas e ainda, saladas. Os franceses valorizam o “petit dejeuner”, que significa pequeno almoço. (Renata Vanzeli – Solução Textual Assessoria) Fotos: Divulgação