O fim de ano está chegando e junto dele as festas, férias e muita comida!

O fim de ano está chegando e junto dele as festas, férias e muita comida!
Compartilhar
  •  
  •  
  •  

A ansiedade e o estresse pode ser a causa no aumento de peso!
Calma! Você pode desfrutar de todos os momentos junto a sua família e seus amigos mantendo a máxima qualidade com você e com o seu corpo!  A nutricionista, Lisyanne Sugai, especialista em Obesidade e emagrecimento pela mente; terapeuta e acupunturista; formação em leis Biológicas e especialista em reprogramação mental dá dicas preciosas.
Todos nós conhecemos alguém que quer emagrecer ou que está em dieta e não sabe o que fazer para controlar toda a comilança. E o sentimento é desesperador: ano novo novamente chegando e junto dele a mesma promessa do Reveillon passado: Ano que vem eu vou fazer dieta, ano que vem eu entro para academia, ano que vem…ano que vem..
Você sabia que o seu peso pode não ter relação com a quantidade de alimentos que você ingere e que o jejum, dietas restritivas, ansiedade coloca o seu corpo em fase de estresse, alterando a liberação hormonal te fazendo engordar?
ATENÇÃO! Talvez, a única coisa que você não saiba é que todos os recursos que você precisa para acabar com o efeito sanfona e ganho de peso está na sua MENTE! É ela que controla todos os seus impulsos, necessidades, vontades, motivação, força de vontade, fome, ansiedade, estresse e liberação hormonal.
Existem inúmeras ferramentas para você acabar com o efeito sanfona e aprender de uma vez por todas a manter o seu peso sem restrições alimentares, sofrimento, emagrecendo de maneira natural e equilibrada! A Nutricionista dá algumas dicas preciosas:

A. TREINE O SEU CÉREBRO:
Sente-se confortavelmente, feche seus olhos e visualize aquela mesa farta com tudo o que você sempre viu nas festas que você costuma frequentar! Ou naquele lugar que você vai passar suas festas de final de ano! Sim, você já começou a salivar!
Agora você está sentada na frente da comida que você vai ingerir. Sinta o gosto de cada alimento que é servido…você percebe as sensações, você sente a textura ao tocar com o garfo, com o papel, ou mesmo com as mãos.
Você sente o cheiro de cada alimento, você sente o sabor quando coloca a boca e se percebe mastigando o alimento, engolindo, feliz, saciada.
Nesse momento você já liberou a Leptina, o hormônio da saciedade e quando for comer, a probabilidade é que você vá consumir menos.
B. DECIDA O QUE FAZER ANTES DE IR PARA O EVENTO:
Quanto mais indeciso você ficar, mais conflitos você gera no cérebro e a chance de comer os excessos é enorme.
Exemplo: almoço na casa da mãe de Natal: e você já começa a pensar: estou num processo de emagrecimento, quero emagrecer mas amanhã tem almoço de família e o que eu vou fazer¿ Ah, eu não quero comer o que tem lá; mas no fundo você pensa, ah, se eu comer um pedacinho não vai fazer mal; no outro dia eu volto tudo ao normal. Perceba quantas decisões você já tomou até aqui. Ou seja, você já está preparando o seu cérebro para poder errar e quando chegar lá basta você se deparar com qualquer comida que você vai fazer o que já tinha pensado que faria.
AÇÃO: ANTES de ir para o evento, definir o que você vai comer quando chegar lá! Mesmo que não tenha exatamente o alimento que pensou, defina a quantidade de alimentos de cada item que você vai comer! Isto é: DECIDA o que você vai querer fazer ao chegar lá!

Um estudo realizado por Amy Cuddy comprova que uma simples posição mantida por 2 minutos pode te fazer sentir mais poderosa (o) ao aumentar o seu nível de testosterona em 20% e abaixar em 25% o seu nível de cortisol (hormônio do estresse)! Cortisol em excesso no corpo atrapalha e muito quem precisa emagrecer! Muitas vezes você come apenas por estresse. Uma boa maneira de você não cair na tentação de comer por fome emocional é substituir a comida por esse exercício:
Fique na posição a seguir por 2 minutos: pés afastados apoiados no chão, joelhos retos e firmes, braços abertos, mãos posicionadas na cintura, coluna ereta, peito para fora. Pode acrescentar um grande sorriso olhando para cima para somar à liberação hormonal de dopamina (hormônio do prazer)! (Fernanda Aleixo – Assessoria de Imprensa)